NOTÍCIAS


Associados
 

2017-02-01

Portugal terá 54 novas ligações aéreas em 2017


Portugal receberá 54 novas ligações aéreas em 2017. A confirmação foi dada esta quarta-feira, 1 de Fevereiro, por Manuel Caldeira Cabral.

O ministro da Economia falava na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, onde recordou que o país já tinha conseguido angariar 64 novas ligações aéreas no ano passado.

Nas rotas "confirmadas" para este ano está a primeira ligação directa de Portugal à China, operada pelos chineses da HNA e com arranque previsto para Junho.

Caldeira Cabral aproveitou para referir o "esforço importante" do país na atracção de novos congressos e eventos, estando já agendados mais de 40.

"Temos mais de 200 investimentos a decorrer" e "mais de 100 intenções de investimento", rematou aos deputados destacando o apoio à requalificação da oferta turística para a qual foi lançada uma nova linha de apoio.

O ministro informou ainda que Portugal deverá atingir a fasquia dos 19 milhões de turistas em 2016, transformando este no "melhor ano de sempre".

 

Tome nota

Exemplos de novas rotas

 

Contactado pelo Negócios, o Ministério da Economia avançou exemplos de novas rotas. Estão contemplados os cinco aeroportos portugueses.

O Porto terá rota para Dublin com a Aer Lingus, para Manchester com a Monarch e para Viena com a Eurowings.

Além da rota para a China, Lisboa terá uma nova ligação a Nova Iorque com a Delta Air Lines e para Katowice, na Polónia, com a Wizz Air.

Faro recebe o novo voo da Easyjet para Lille, uma ligação da Wizz Air para Budapeste e passa a ter novo voo para Munique com a Eurowings.

A Jet2 vai ligar o Funchal a London Stansted. Na capital da Madeira existirá também ligação e Bruxelas com a Brussels Airlines e para Frankfurt com a Lufthansa.

Em Ponta Delgada, há reforço da companhia açoriana SATA com uma ligação a Barcelona. A Ryanair tornará também possível a ligação dos Açores a Frankfurt. A lista fecha com a Primera Air e uma ligação directa a Estocolmo.

 

Fonte:
Jornal de Negócios